Mônica

Just another WordPress.com weblog

“Felicidade não é o destino final, mas a apreciação da viagem.” maio 28, 2011

 

“Felicidade não é o destino final, mas a apreciação da viagem.”

Esta frase não nos soa estranho não é mesmo. O grande desejo da humanidade de forma geral é a busca da felicidade, podemos até achar que queremos dinheiro, saúde, um companheiro mas enfim todas estas conquistas ou fatos da vida só são muito importante porque julgamos que eles nos trarão felicidade.

Mas o que é felicidade? Um estado de espirito…um momento apenas… as vezes não somos mais felizes porque nós mesmos bloqueamos nossa felicidade por estarmos numa busca constante deste sentimento, achamos que seremos eternamente felizes como nos contos de fadas, sabe…”e foram felizes para sempre” as crianças escutam estas histórias e esperam que sejam felizes para sempre e começam uma empreitada em busca de tal sentimento, e muitas vezes também em busca do prìncipe encantado ou do pote de ouro no final do arco íris. Estamos acostumados a almejar coisas que na realidade não existem, ninguém por melhor que seja é feliz todo o tempo temos aqueles períodos de mau humor, de tédio muitas vezes, e isso é normal não quer dizer que a pessoa seja infeliz. Pessoas as vezes falam sou tão infeliz porque não tenho um namorado ou marido, e continuam… gostaria muito de conhecer alguém que fosse bonito, alto, forte, musculoso, inteligente, rico, que me adorasse, que fosse tudo de acordo com os sonhos dela, que nunca entrasse em desacordo, etc, etc… será que essa pessoa existe?

Existe uma grande diferença no que imaginamos e na realidade, queremos muitas vezes transpor nossos sonhos para as outras pessoas, só que esquecemos que essas pessoas possuem seu próprios sonhos e que muitas vezes não coincidem com os nossos, então pronto, o mundo se acaba, o nosso castelinho cai por terra e nós nos achamos o mais infeliz dos seres humanos.

Costumamos também dar muito mais importância aos fatos ruins, e menos aos bons, é como se acostumassemos bem mais rápido aos bons sentimentos do que ao contrario. A felicidade é bem democrática mas temos que aprender a sentir, buscar, compreender de forma subjetiva, deveriamos ser ensinados a ser felizes quando criança, afinal nos ensinam que temos que estudar, que trabalhar, constituir uma família, que devemos ser educados, por que ninguém nos ensina como sermos mais felizes ? Acaba-se criando uma expectativa em relação a isso, então quando eu terminar os estudos serei feliz, quando eu estiver trabalhando serei feliz, quando me casar serei feliz, e a vida vai passando e onde está a tão esperada felicidade?

Ficamos tão preocupados com os objetivos da vida, que não prestamos atenção, a esses momentos de felicidade que as vezes passam despercebidos, é acordar e olhar o sol, é estar num lugar agradável é uma conversa de cinco minutos com uma pessoa, pode ser até ver uma árvore ou uma plantinha, qualquer momento que possa parecer “bobo” pode e trazer felicidade, agora esperar por objetivos para ser feliz, objetivos sempre teremos, quando alcançarmos um, arrumaremos outros então isso será um ciclo eterno de uma busca infundada a um sentimento que está na nossa frente mas que muitas vezes não o percebemos.

(Autor Desconhecido)

 

2 Responses to ““Felicidade não é o destino final, mas a apreciação da viagem.””

  1. Elizabeth Says:

    A FELICIDADE

    Quando nascemos precisamos aprender a mamar no seio materno, nos empurram o bico na boca e o expremem para bebermos o leite. Depois, precisamos aprender a andar, então estudar para trabalhar, e trabalhar para ganhar dinheiro, e ganhar dinheiro para possuirmos bens materiais. Somos treinados para amar e não para sermos amados. Nos confundem com mimos e presentes baratos mas os beijos e abraços são caros. Nos ensinam que matar e roubar é errado. E dizem: NÃO BRIGUE! NÃO GRITE! NÃO COMA COM A BOCA ABERTA! NÃO SE INTROMETA ONDE NÃO É CHAMADO! NÃO COLE NAS PROVAS! NÃO EXPLODA TORRES GÊMEAS! Nos ensinam tantas coisas! Somos indiciados a casar e ter filhos. Passamos mais da metade da vida estudando e trabalhando para garantir o futuro. Um futuro que muitas vezes não ultrapassa 10 de aposentadoria. Tudo que conquistamos na vida, fruto de trabalho suado, não nos pertence, pois, quando morremos damos de bandeja à outros que, com certeza, não irão dar o valor real para sua preciosa labuta. Hão os que têm suas vidas interrompidas por causas da pressa dos herdeiros em receber a herança. É tudo ilusão! Pois, tudo que realmente precisamos conquistar na vida, excede os bens materiais. Muitas pessoas tendem a depositar em determinados bens a certeza da felicidade. Somo seres com desejos ilimitados, e quando obtemos o objeto de desejo, a tão sonhada felicidade dura até o próximo sonho. A ganância é algo ruim, ramificação da inveja, mas os anseios de querer aconchego e tranquilidade na vida, parte da premissa de ser bom, desde que para esse fim, os meios não sejam prejudiciais à ninguém. Mente vazia, é sede para pensamentos ruins e máquina cruél de multiplicá-los. Na ficção, os bons são protagonistas, na vida real, não passam de figurantes. COMO NÃO SENTIR DOR? O segredo para enxugar as lágrimas é o lencinho de papel no bolso. Tudo que fazemos na vida tem como meta final, alcançar a felicidade, (seja através do êxtase ou da concretizãção dos sonhos de alguém). Mas não nos ensinam na escola que a felicidade é um estado de espírito, não há plenitude da felicidade. Somos treinados desde que saímos do útero, mas não nos parabenizam por ter conseguido entrar nele. Todos somos vencedores nesta corrida para o útero, concorrendo com 500 milhões de espermatozóides e o prêmio é a vida.Usufrua dela o máximo. Ocupe a mente com coisas úteis, encha seu espirito de leveza (isso é sintoma da bondade). Desfrute do amor esbanjando desperndimento. Sei que é mais fácil falar, mas treine: EU ESTOU TREINANDO! A vida passa tão depressa. Os imbecis, serão sempre imbecis. E se no balanço da vida, o número de pessoas que te querem bem, excederem os que te odeiam, ignore os pedidos de mudança que fazem à ti e siga em frente, a menos que esse evento esteja lhe causando dor, daí a mudança é necessária, pois, exigir consertos da parte ignorante, o torna mais ignorante ainda. Seja um ser superior, afinal, todos querem muitas coisas na vida, mas o sucesso é algo para poucos. E coisa pouca, não merece pedestal. Todos querem uma fatia do bolo desta festa que é a vida. Quer saber mesmo o que penso? QUE DEUS AJUDE OS NECESSITADOS, POIS EU NÃO SEOU SANTA E NÃO FAÇO MILAGRES!

    Já que desta vida não se leva nada e tudo nos é emprestado, vou usar bastante, até o esgotamento, e dou-lhes o mesmo conselho. A vida é uma leve brisa, mas passa como o vento. SEJAM TODOS FELIZES, PELO AMOR DE DEUS!!!!!

  2. Elizabeth Says:

    Adorei este texto, e achei muito parecido com um meu. Bjos!
    http://ef.faria.zip.net/
    Vou continuar apreciando o seu blog, dê uma olhadinha no meu tbm. Abraço!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s